segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Desagravo sobre o "Ratimbum" e outras sandices "góxpeu"

A César o que é de César, pelo amor de DEUS!


Cessem de multiplicar conhecimento falso, que só serve para distraí-los e roubar-lhes tempo que deveria ser aplicado no estudo das Escrituras.
O autor do texto sobre o "Ratimbum" que pulula nas redes gospel desse país é uma pessoa mal intencionada, um feiticeiro gospel, tal e qual Simão, que seria capaz de pagar pela unção dos apóstolos, caso ela estivesse à venda. Sua intenção é nos roubar mais um momento de alegria inocente, que temos com nossas crianças. Não existe tal maldição, a não ser na cabeça de quem a criou, e por ela responderá a DEUS no dia do seu julgamento.


Demonizar o que é inocente é apenas mais uma das estratégias satanicas para desviar o povo de DEUS do caminho que deve seguir.


NADA, repito, NADA há de demoníaco nessa palavra, e mesmo quem não tem conhecimento bíblico, mas terminou o 2º grau sem faltar às aulas de Portugues, saberá identificar nela uma ONOMATOPÉIA, ou seja, uma figura de linguagem para a grafia de um ruído, tal como "Crash!", "Zoomp!" e "Bang!" das revistas em quadrinhos.


A palavra "Ratimbum" é a onomatopéia de uma rufo de fanfarra circense, aquelas bandinhas de circo, e é na verdade composta por tres outras onomatopéias, a saber:


"Rá" = Rufo do tarol, ou caixa de guerra.
"Tim" = Batida dos pratos gemeos, ou pratos de contra-tempo.
"Bum" = Batida do bumbo, o maior dos tambores da fanfarra.


Percebem agora o som? Um rufo de caixa, um bater de pratos, um bater de bumbo e uma alma maldosa criam uma mentira que pessoas desavisadas multiplicam pela rede e que portanto, nada mais é do que o som de uma fanfarra circense, usada para sonorizar o momento apoteótico da música executada.


Dediquemo-nos mais ao que é santo, que de fato carecemos, o conhecimento da Palavra de DEUS, que nos afasta do engano e demos menos espaço para divulgação de sandices e ignorancias, conforme recomenda Paulo a Timóteo quanto às "lendas de velhas".


DEUS os abençoe!

14 comentários:

  1. Graça e paz , irmão,
    Li seu comentário no blog da Cristina Labre e gostaria de dizer que é melhor usarmos palavras abençoadoras do que palavras que desconhecemos , mesmo que o significado não seja este, porque não dizermos DEUS TE ABENÇOE , em vez de RATIMBUM?
    A bíblia diz que não devemos andar no curso deste mundo , então não devemos imitar as palavras que o mundo repete sem saber o que estas significam.
    Temos muitos vícios do nosso passado, como por exemplo: NOSSA Que legal. nossa se refere a nossa senhora de quando eramos católicos , e quantos crentes ainda falam isso!
    Temos que vigiar!
    Fique na paz.

    ResponderExcluir
  2. Amado irmão,a Paz do Senhor Jesus.Respeito a sua opinião ,mas uma coisa é fato,que o povo do Senhor perece por falta de conhecimento.Não se trata de demonizar as coisas,não se trata de ser de Deus , do diabo ou do homem,pois se tudo que existe for analisado dessa maneira não haverá nada de errado,não existe meio termo: ou você é de Deus ou do diabo,ou você vai pro céu ou vai pro inferno,a pior coisa que existe é não se ter um contato mínimo que seja com o Espírito Santo para que Ele realmente direcione nossas atitudes,vale a pena analisar e deixar essa prática.De uma mesma fonte não procede água doce e água amarga,benção e maldição,não se pode servir a dois senhores,temos que viver a Palavra de Deus,a Bíblia Sagrada,a Verdade,a Graça,pois se paramos para NÃO atentarmos para o que diz o Senhor,tudo será inocente,não haverá maldades,a babilônia e o egito serão lindos!Lógico,que é isso que o diabo quer, e de uma maneira sutil tem conseguido.Deus te abençoe!Graça e Paz.

    ResponderExcluir
  3. Estimada Prª Dilcinéia:

    Concordo com a pastora: é melhor usarmos palavras abençoadoras do que palavras que desconhecemos, porque pode aparecer um embusteiro gospel e atribuir à palavra que desconhecemos um falso significado e aí, quando aparecer alguém que explique o seu VERDADEIRO significado, ainda será culpado por explicá-la.

    Há pessoas que preferem conscientemente permanecer na ignorancia a ter que corrigir sua noção de certo e errado.

    De forma semelhante, há pessoas que estão sempre dispostas a aprender, mesmo que isso signifique rever conceitos e valores de toda uma vida. Eu me enquadro nesse grupo.

    Ademais, não me permito dizer que o errado é certo, ou aceitar que o errado é certo, apenas porque alguém não apreciou o sabor da verdade.

    "Seja o teu sim, sim e o teu não, não."

    O que é verdade deve ser esclarecido para que o erro não persista. O desconhecimento é o que provoca a perdição do povo. No entanto, aquele que quiser permanecer abraçado à sua mentira de estimação, que permaneça - cabe-nos apenas publicar a verdade, segue-a quem quiser, com todas as consequencias.

    Paz seja consigo.

    ResponderExcluir
  4. Irmão Alex:

    Confesso que até agora não entendi se o irmão concorda ou discorda do que escrevi.

    Trata-se sim, de demonizar algo que NADA tem de demoníaco: uma onomatopéia, uma figura de linguagem banal, um som grafado, um item da gramática universal, que um embusteiro gospel resolveu mistificar satanicamente e pelo qual infelizmente muitos crentes tem se deixado contaminar. Falta de conhecimento típico dos arrogantes que prescindem do necessário conhecimento para se reconhecer o que é ou não de procedencia satanica ou divina ou nenhuma das alternativas anteriores. Coisa de homem mal intencionado, isso sim - e por consequencia, satanica, pois quem não ajunta com DEUS, espalha.

    Buscássemos mais o conhecimento da Palavra e não seríamos tão facilmente arrastados por esses embusteiros travestidos de santos homens de DEUS, que vivem de ouvir discos tocados ao contrários em busca de mensagens subliminares e outros embustes vergonhosos. Quem quiser que os siga: a mim, satisfaz estudar a Palavra de DEUS.

    Paz seja consigo.

    ResponderExcluir
  5. Até onde pude entender concordo plenamente contigo, mas não vi o link de onde parece ter surgido o assunto. Na verdade nem vou te pedir a gentileza de postar, caso já não tenha feito. O goxpel é isso aí. Normal.

    ResponderExcluir
  6. Sou pesquisador da net, Saiba o real significado do RA-TIM-BUM em nosso site

    http://www.assembleiabelem.br22.com/word/forum1.html

    Aproveite e Acesse nosso site

    www.assembleiabelem.br22.com

    ResponderExcluir
  7. Prezado belemita / belenense:

    Primeiro: Se é para brincar de Google Tradutor, tente essa: "Wo ist der entlaufene Kuh? Sie ist nicht mehr da." À vezes, o que soa ofensivo aos ouvidos destreinados, é apenas uma frase simples e despretenciosa. Poucas coisas são piores do que o falso conhecimento disseminado entre o Povo de DEUS. É quase igual a feitiçaria.

    Segundo: Se em vez de se atolarem no idioma vietnamita, os cristãos brasileiros se aprofundassem no próprio idioma, teríamos pregações prodigiosas, que atrairiam mais almas perdidas para o caminho do Reino de DEUS, em vez de cada vez mais cristãos mistificados e desorientados. O povo de DEUS se perde por falta de conhecimento, que abre portas para que cegos se tornem guias de outros cegos. O fim, todos já sabemos, mesmo aqueles que não querem ver.

    Minha parte está feita: o esclarecimento foi dado. Continue chafurdando na mentira quem quiser. Apenas não venham gemer de remorso depois, pois uma coisa é se arrepender, outra coisa é o remorso pelas consequencias de escolhas infelizes.

    ResponderExcluir
  8. Parabéns caro irmão, pelo post, Deus lhe abençoe sempre, também ouvi falar do RATIMBUM, mas sem dar ouvidos, e agora lendo seu post, fiquei mais tranqüilo, Deus nos chamou para a sua luz, para que dissesse-mos a verdade doa a quem doer, mas infelizmente existem pessoas em, nosso meio que preferem viver enganados, Deus seja sempre contigo, quando puder faça-nos uma visita http://prjefferson1964.blogspot.com e comente, gostando siga-nos, paz seja convosco, ja estou por aqui!

    ResponderExcluir
  9. Boa Lelles! Eu tinha ouvido essa sandice lá na PIBI a um tempo atrás, não sei até onde qual era a fonte, mas não acreditei muito. Pois "ratimbum" pra mim sempre foi uma onomatopéia bem parecida com "rataplam" de um antigo hino escoteiro.

    Deixei pra lá, não tive o trabalho de pegar o dicionário ou o google pra descobrir qual era a verdade, mas você acabou me trazendo ela de bandeja.

    Acabei de ficar menos ignorante e descobrir um bom blog pra acompanhar :)

    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  10. Sergio Lima (Cristão Batista)7 de novembro de 2011 13:44

    A Nova Era foi deglutida pelos Illuminatti.

    ResponderExcluir
  11. RL vc mandou D+ meu! Parabéns pelo texto e releve a falta de conhecimento da galera. Rsrsrs... A gente precisa ainda comer muito feijão com arroz para debater contigo. Nota 1.000 AK

    ResponderExcluir
  12. Estava conversando sobre isso com os meus amigos. Sobre o modo como as coisas inocentes estão sendo destruidas por pessoas "evangélicas", que acordam apenas preocupadas em não fazer o que errado, ao invés de acordar, de fato, como cristãs e prontas para fazer a vontade de Deus com alegria. Mesmo sem ler o seu texto sempre tive em mente que rá-ti-bum se tratásse de uma onomatopéia. Eu imaginava que podia ser algo referente a uma rajada de fogos finalizada com um estou mais intenso, anunciando o início de uma festa. Mas o modo como você apresenta a palavra relacionada ao contexto circensea foi muito esclarecedor. Robson Lelles, parabéns pelo texto e Deus continue abençoando você e toda sua família!

    ResponderExcluir